O que é telemedicina: entenda os benefícios para PJ

Escolher um seguro com telemedicina é uma ótima opção para PJs. Conheça como funciona esse serviço.

 Lara Zanesco  |      13/12/2022
Capas-Artigos-Seguros_05.png

Nos últimos anos, a telemedicina tem se destacado no mercado, tanto nos planos de saúde como em seguros de vida. Ela pode ser um recurso muito vantajoso para profissionais autônomos e liberais, além de empresas, na hora de buscar um serviço que garanta saúde e bem-estar.

Mas, afinal, o que é considerado telemedicina e como ela funciona? Essas são duas perguntas básicas e essenciais para entender se esse recurso pode ajudar você, PJ, que quer cuidar mais da sua saúde.

Por isso, neste artigo, você vai poder se aprofundar nesse assunto e passar por todos estes tópicos:

  • Entenda o que é a telemedicina;
  • Como funciona a telemedicina;
  • Diferença entre telemedicina e telessaúde;
  • Em que aspectos a telemedicina se mostrou positiva;
  • Vantagens da telemedicina para PJ.

Continue acompanhando.

Entenda o que é a telemedicina

A telemedicina consiste em realizar exames, consultas e monitoramentos de saúde à distância. Ela é regularizada, segura e usada ao redor do mundo, ganhando muito destaque a partir de 2020, com a chegada da pandemia do Coronavírus.

Ela permite que os médicos façam análises, diagnósticos e tomadas de decisão de forma ágil e precisa. Além disso, é possível se consultar com seu médico mesmo estando em outro local por meio da telemedicina.

Assim, ela não é apenas digital e online, mas pode ser feita via telefone também, por exemplo. O que faz com que o atendimento seja enquadrado na telemedicina é justamente ele acontecer à distância, isto é, sem que o paciente precise ir até o consultório.

Pode parecer algo novo, mas ela existe desde 1950 e vem sendo cada vez mais aprimorada. Não é à toa que ganhou tanto destaque e se mostrou muito eficiente nos últimos anos.

Como funciona a telemedicina

Existem diferentes tipos de serviços que podem ser feitos a partir da telemedicina. Veja os três principais e como funciona cada um deles:

1- Teleassistência

Essa modalidade consiste no acompanhamento do paciente na própria casa, via internet, telefone ou outro recurso. O médico que presta a assistência vai se conectar com outro profissional de saúde que atende o paciente presencialmente. A ideia é justamente prestar assistência médica.

Os dados coletados pelo profissional que está presente são repassados ao outro, geralmente de forma online, para que seja possível diagnosticar ou orientar quanto ao que fazer.

2- Teleconsulta

A teleconsulta é, de forma simples, uma consulta à distância, seja entre médico e outro profissional ou médico e paciente. Um ponto importante a destacar é que a modalidade médico x paciente só passou a ser permitida no Brasil durante a pandemia do Coronavírus, como forma de diminuir o fluxo em hospitais e clínicas.

3- Emissão de laudos

Sim, é possível examinar e emitir laudos na telemedicina uma vez que houver conexão com a internet. Para isso, o paciente realiza os exames solicitados pelo médico em uma clínica. Quando o laudo fica pronto, é enviado ao médico pela própria clínica e a consulta seguinte é feita à distância.

Isso torna o processo de análise e entrega dos laudos mais rápido. Há casos em que a entrega é feita no mesmo dia ou até minutos após a coleta, a depender da urgência.

Diferença entre telemedicina e telessaúde

Falar de telessaúde é falar de telemedicina, mas o contrário não acontece. Para você entender melhor, a telessaúde abrange todo tipo de cuidado de saúde realizado à distância, seja por enfermeiros, fisioterapeutas ou até cuidadores.

Nesse meio, estão os médicos e, consequentemente, a telemedicina. Ou seja, ela faz parte da telessaúde uma vez que consiste em cuidados médicos realizados à distância. Bem simples, não é?!

Para ficar fácil de entender, além do que já citei, olha só outras coisas que a telemedicina engloba:

  • Apresentação de resultados de exames de laboratório e de imagem;
  • Cirurgia robótica teleguiada;
  • Prestação de assistência a casos crônicos ou de alto risco.

Em que aspectos a telemedicina se mostrou positiva?

É um fato que a telemedicina veio para ficar e revolucionar a forma como cuidamos da nossa saúde. Mas talvez isso não esteja tão claro para você, por isso, eu quero destacar os principais benefícios desse serviço para o seu bem-estar:

  • mais economia para o paciente;
  • acesso facilitado a médicos e exames;
  • consultas em regiões afastadas dos centros urbanos;
  • mais clareza nas prescrições médicas;
  • menos tempo de espera para conseguir consultas;
  • melhor acompanhamento médico durante tratamentos;
  • mais liberdade geográfica atrelada à segurança.

Vantagens da telemedicina para PJ

A telemedicina pode ser a melhor opção para quem atua como PJ. Esse recurso costuma ter um custo mais acessível e pode estar atrelado a outros serviços, como seguro de vida e proteção de renda.

Aqui na Company Hero, por exemplo, é possível incluir a telemedicina ao seu seguro renda protegida para garantir mais tranquilidade no dia a dia.

A telemedicina também facilita a vida do profissional autônomo ao passo que não te prende a um único local, nem faz com que você fique horas e horas num local esperando para ser atendido. Todos sabemos que é isso o que acontece na saúde pública brasileira e até em muitos hospitais privados, não é?

E quando se é PJ, tempo é dinheiro, por isso, quanto mais você puder otimizá-lo, melhor. Mas isso não pode ser “desculpa” para não cuidar da sua saúde.

Por isso, chame um Hero no chat para conhecer mais a nossa Proteção de Renda com Telemedicina!

Lara-Zanesco
Lara Zanesco
Redatora

Artigos recentes