Inscrição estadual para e-commerce

Sabia que a Inscrição Estadual para e-commerce também é exigida para alguns tipos de negócios? Leia o artigo e entenda mais sobre o assunto
 Otávio Hoffmann  |      27/05/2022
Capas-Inscrição Estadual12.jpg

A internet aumentou as oportunidades para as pessoas que sonham com seu próprio negócio, mas até no ambiente virtual as regras burocráticas precisam ser seguidas. Sabia que a Inscrição Estadual para e-commerce é um documento obrigatório para algumas empresas? Pois é!

Com a evolução da tecnologia e da internet, ficou mais fácil abrir uma loja virtual. Esse é um excelente canal de vendas online, afinal, a barreira geográfica não existe. O lojista pode comercializar os seus produtos por meio de um site exclusivo e personalizado, sem precisar arcar com os custos de uma empresa física.

Assim como todas as lojas físicas, as lojas virtuais precisam ter um CNPJ ativo e a Inscrição estadual para e-commerce, cadastro obrigatório para contribuintes do ICMS, que deve ser obtido assim que a empresa é aberta. Esses documentos são necessários para emitir notas fiscais e recolher o imposto em cada venda realizada.

O que é Inscrição Estadual?

Todas as empresas no Brasil que vendem mercadorias precisam pagar o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação, o ICMS. Esse valor só pode ser recolhido com a Inscrição Estadual.

A IE é um número fornecido pela Secretaria da Fazenda, que representa o registro formal da empresa no ICMS e o identifica como um estabelecimento regular. Somente com esse cadastro você está liberado para vender produtos e emitir a nota fiscal da transação.

A Inscrição Estadual é muito parecida com o CNPJ. A sequência é formada por nove dígitos, importantes para a identificação da empresa nos órgãos legais: o 1º e 2º número indicam o estado de cadastro; 3º a 8º são os números de inscrição de cada empresa; 9º é o verificador ou dígito de controle.

Como funciona a Inscrição estadual para e-commerce

A Inscrição Estadual é um cadastro exclusivo para empresas que vendem produtos. O funcionamento da IE para as lojas virtuais acontece da mesma forma que para os negócios físicos, com variações de obrigatoriedade de acordo com a atividade exercida e o estado de registro.

O documento permite a emissão da Nota Fiscal de Venda ou de Produto e o recolhimento do ICMS. Como esses dois pontos são exigidos dos negócios físicos e digitais, a IE também deve ser emitida pelas duas modalidades. É por isso que a Inscrição Estadual para e-commerce é indispensável para lojas virtuais.

Empresas com atividades econômicas que não estão ligadas a operações de circulação de mercadorias ou prestações de serviços de transporte interestadual ou intermunicipal ou de comunicação não precisam da Inscrição Estadual para e-commerce. Por exemplo, negócios que usam sites para contratação e pagamentos de serviços prestados.

Por que você precisa da Inscrição Estadual para seu e-commerce?

A Inscrição Estadual serve para o recolhimento do ICMS e emissão da NF-e e garante cumprimento das obrigações tributárias do negócio. Sem o documento, você não consegue cumprir essas duas exigências legais para a venda de produtos, ou seja, corre o risco de ser penalizado.

Somente com a Inscrição Estadual para e-commerce sua empresa está regularizada perante à Receita Federal e pode atender seus clientes com transparência e segurança. Inclusive, o número da IE é público e pode ser consultado por qualquer pessoa que queira confirmar a integridade do seu negócio. É melhor estar em dia!

A Inscrição Estadual traz algum benefício?

Ter sua empresa regularizada é uma obrigação, mas também apresenta vantagens competitivas. Afinal, é mais provável que um cliente confie em comprar com você do que com um concorrente que não tem documentos oficiais.

A formalização traz outras vantagens para quem está com os dados em dia, como a otimização do fluxo de caixa da empresa, agilidade logística, além de conseguir descontos em compras comerciais utilizando o CNPJ e realizando emissão de notas fiscais.

Ter um e-commerce formalizado e com a base necessária para crescer e prosperar significa lidar com as questões burocráticas com clareza e paciência. Vale lembrar que as exigências variam de acordo com o endereço de registro da empresa, mas a maioria dos estados já têm processos digitais. Ou seja, você resolve tudo pela internet com mais praticidade.

O segredo para um e-commerce de sucesso é se atentar às questões legais antes de começar a vender online. Reúna as informações para abrir o seu negócio de maneira segura, agilize o processo de registro da empresa, emita a Inscrição Estadual para e-commerce e invista nas estratégias digitais para vender mais!

O sonho de ter sua loja virtual está a alguns cliques de distância! Está com dificuldades para formalizar seu negócio digital? Fale com nossa equipe. O time de Heros está pronto para prestar todo o suporte necessário para seu sucesso.

otavio-hoffmann-company-hero.png
Otávio Hoffmann
Redator

Outros artigos | Inscrição Estadual