Trabalho remoto no exterior: como funciona e dicas

Quer trabalhar para uma empresa estrangeira morando no Brasil? Veja como funciona, onde encontrar vagas e muito mais neste artigo.
 Lara Zanesco  |      17/07/2023
Capa-Q2-EV-14.jpg

Com a possibilidade de trabalhar online, muitos profissionais independentes têm investido no trabalho remoto no exterior. Dessa forma, é possível receber pagamentos melhores, em moedas mais valorizadas que o real, mantendo o custo de vida do Brasil.

Para ser considerado um trabalho remoto no exterior, ou seja, uma exportação de serviço, é preciso que o trabalho prestado cause impactos no exterior, e não apenas que o contratante seja estrangeiro.

O problema é que muita gente não sabe como começar para encontrar vagas em empresas estrangeiras que contratam brasileiros remotamente. Além disso, esquecem que existem algumas burocracias envolvidas na venda de serviços internacionalmente.

Se você quer aproveitar essas oportunidades do trabalho remoto, mas não sabe por onde começar, está no lugar certo. Este artigo vai te explicar tudo sobre o assunto para você dar os primeiros passos:

  • Quais as regras de trabalho remoto para o exterior?
  • O que preciso para ter um trabalho remoto no exterior morando no Brasil?
  • Onde encontrar vagas de trabalho remoto de outros países?
  • Como trabalhar remoto para o exterior?
  • Quanto pago de imposto trabalhando para o exterior?

Quais as regras de trabalho remoto para o exterior?

Quando se decide trabalhar remoto para uma empresa do exterior, você precisa ter em mente que deverá seguir regras tanto do seu país de origem quanto do país para onde está prestando os seus serviços.

Em geral, os trabalhos no exterior remotos seguem estes preceitos:

  • são regidos por contrato, seguindo as regras do país do contratante;
  • não são cargos CLT, pois esse é um regimento brasileiro apenas;
  • exigem operação de câmbio para receber o pagamento;
  • os rendimentos têm encargos específicos;
  • você precisa emitir nota fiscal.

Além disso, como os trabalhos são regidos por contratos, cada um terá suas regras específicas. Nesses contratos, deverão constar informações sobre a atividade exercida, a carga horária e o horário de trabalho, o valor a ser pago e a forma de pagamento, entre outras informações essenciais.

O que preciso para ter um trabalho remoto no exterior morando no Brasil?

Se você quer trabalhar para uma empresa estrangeira e exportar seus serviços, você precisa se preparar. Apesar de existirem muitas oportunidades de clientes em diferentes países, muitos profissionais independentes perdem essas chances por simples falta de planejamento. Veja o que você precisa para poder trabalhar para uma empresa estrangeira sem sair do Brasil:

1- Abrir uma conta de Pessoa Jurídica

Apesar de ser possível receber como Pessoa Física trabalhando para o exterior, essa não é a opção mais vantajosa. Como PJ, você acaba pagando menos encargos, o que vale mais a pena, concorda?

Para ter uma conta PJ, você precisa abrir um CNPJ no seu nome. Se o seu rendimento anual for igual ou menor a R$ 81 mil, você pode se formalizar como MEI, a categoria mais simples e com menos tributos no Brasil.

👉 Saiba mais: 6 Tipos de empresas para abrir no Brasil.

Isso também vai facilitar para você separar suas finanças pessoais das profissionais, o que facilita a administração financeira do seu CNPJ.

2- Emitir o Invoice

Toda transação comercial internacional acima de US$ 3 mil (equivalente em outra moeda) precisa do invoice. Trata-se de um documento parecido com a nota fiscal, que deve ser emitido por você, prestador do serviço.

Ele é feito na língua do cliente para quem você está trabalhando e pago por meio de transação internacional.

3- Aprenda a fazer operações de câmbio

Operação de câmbio nada mais é do que a conversão entre as moedas. Se você é pago em dólar, por exemplo, deve fazer a conversão para receber o dinheiro em real, nossa moeda nacional.

Existem diferentes plataformas e empresas que fazem esse tipo de operação, inclusive os próprios bancos.

4- Emitir nota fiscal

Ao atuar como PJ, você precisa emitir nota fiscal de todo serviço prestado ou produto vendido. No caso da exportação de trabalho, o documento serve para garantir a tributação correta dos serviços, e não para o faturamento.

Vale a pena contar com a ajuda de um contador ou uma contabilidade para realizar esse processo juntamente com a emissão do invoice. Dessa forma, você tem mais garantia de que está atuando de forma regular.

5- Pagar os tributos necessários

O trabalho remoto no exterior também está sujeito a pagamento de encargos para os órgãos oficiais no Brasil, afinal, é um dinheiro que entra no nosso país.

Em geral, os mais recorrentes são o Imposto de Renda (IR) e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Ainda assim, um contador pode te orientar se há algum outro encargo sobre a sua atividade e quando realizar as declarações e pagamentos.

Onde encontrar vagas de trabalho remoto de outros países?

Para encontrar vagas de trabalho remoto para outros países, você pode usar diferentes sites de busca de emprego.

O próprio Linkedin pode ser fonte para suas pesquisas de vagas no exterior, basta configurar a busca de forma adequada. Na aba de vagas, pesquise pelo cargo que você deseja. No exemplo a seguir, eu busquei por vagas para copywriters:

Aplique o filtro para trabalho remoto e retire a localização do país. Depois é só pesquisar para ver os resultados. Se preferir, você ainda pode escolher o país onde quer se candidatar. Lembre-se de fazer a busca em inglês, isso aumenta as chances de encontrar vagas.

Outros sites onde você pode encontrar vagas de trabalho remoto de outros países são:

Se você pesquisar diretamente nos buscadores, como na página de buscas do Google, também poderá encontrar opções e outros sites. Mas atenção, talvez você precise desativar sua localização para ver vagas globais ou pesquisar por países específicos.

Como trabalhar remoto para o exterior?

Conseguiu achar a vaga remota no exterior ideal para você? É hora de entender como vai funcionar no dia a dia para você conseguir se organizar e ter o melhor rendimento possível. Veja as dicas que preparei para te ajudar nesta etapa:

1- Aprimorar seu idioma estrangeiro

Sim, saber falar outro idioma é essencial para trabalhar para outro país. O inglês ainda é um dos idiomas mais utilizados, mas, a depender do país de origem da contratante, você precisa saber a língua oficial desse local.

Dedique-se a estudar aquela originária do país para onde prestará serviço, além do inglês. O aperfeiçoamento também é importante, visto que muitas empresas pedem pelo menos o nível intermediário de proficiência para que você possa manter boa relação e comunicação com colegas, líderes e em reuniões de trabalho.

2- Organização com o fuso horário

Muitos países têm um fuso horário diferente do Brasil e você precisa considerar isso na hora de buscar seu trabalho remoto no exterior. Do contrário, você poderá ter grandes problemas de agenda e até na sua qualidade de vida.

Se você não é acostumado a trabalhar de madrugada, não pode escolher vagas com fuso horário muito diferente, por exemplo.

3- Ter os materiais necessários

Os materiais que você precisará no dia a dia podem até ser enviados pela empresa, mas isso não é regra. Por isso é importante que você tenha os seus dispositivos em casa, assim elimina um impeditivo para vagas que não enviam materiais.

4- Bom acesso à internet

Um dos preceitos do trabalho remoto, seja ela para o exterior ou não, é o universo online. No geral, as entregas são de produtos digitais ou feitas de forma online, assim, você precisa garantir acesso à internet integral e com qualidade para evitar imprevistos que prejudiquem as suas entregas.

5- Conhecer a empresa

Tão importante quanto em qualquer tipo de relação profissional, você precisa conhecer quem está te contratando. Então, ao procurar por vagas no exterior para trabalhar remoto, pesquise quem é a empresa, sua reputação, avaliação de outros profissionais e assim por diante.

Tudo isso pode impactar na sua relação com os colegas e líderes, além da sua segurança financeira e profissional.

Quanto pago de imposto trabalhando para o exterior?

A taxa do Imposto de Renda para quem trabalha para o exterior como PJ é de 6 a 10% ao mês, próximo ao que pagam os PJs que atuam no mercado nacional.

Tirou suas dúvidas? Se você já encontrou sua vaga no exterior como sempre buscou, é hora de dar o próximo passo. Veja nosso artigo sobre como abrir CNPJ para trabalhar de forma regular.

Lara-Zanesco
Lara Zanesco
Redatora

Artigos recentes