7 Estratégias de precificação de serviço

Veja 7 estratégias de precificação no Marketing para definir o preço dos seus serviços e saiba quando usar cada uma.
 Lara Zanesco  |      15/01/2024
capa-estrategias-como-precificar-servicos.png

Entender de estratégias de precificação no Marketing é indispensável para quem é da área e atua por conta própria. Quando se trabalha como autônomo ou freelancer, é você que precifica seu trabalho e isso vai definir a sua renda.

Mas não é porque isso é necessário que é tão simples, não é? Se você está começando, com certeza tem dúvidas sobre como definir o preço dos seus serviços. Mas não se engane, isso também pode ser confuso para quem já tem experiência.

Por entender o quão trabalhoso pode ser iniciar esse processo, preparei este conteúdo para te ajudar. Aqui, você vai aprender as principais técnicas para fazer a precificação no marketing.

Acompanhe o conteúdo e tire suas dúvidas!

O que é estratégia de precificação?

A estratégia de precificação é um método que se segue para definir o preço de um produto ou serviço considerando diferentes fatores. As estratégias existem para que seja possível equilibrar o preço de um serviço com o valor que ele entrega para os clientes, garantindo lucro para o empreendedor.

Assim, elas são essenciais para que você não desvalorize seu trabalho, nem siga o caminho contrário, supervalorizando-o. Ou seja, só por meio delas é possível definir um preço justo para suas atividades, que cubra seus custos, valorize seu trabalho e gere lucro, sem abusar dos clientes.

Diferença entre preço e valor

Algo que pode gerar dúvidas nesse assunto é a diferença entre valor e preço, pois, muitas vezes, esses termos são usados como sinônimos. Quando falamos de precificar serviços e produtos, eles não significam a mesma coisa.

O preço é a quantia monetária que é atribuída a uma coisa. Por exemplo, a redação de um texto de 1.000 palavras tem o preço de R$ 150.

O valor é aquilo que a coisa oferece ao consumidor e, por isso, é subjetivo. Por exemplo, um texto feito por um redator especializado em SEO tem valor agregado pela especialização, porque oferece ao cliente a possibilidade maior de conseguir tráfego orgânico.

Na hora de fazer a precificação no marketing, é preciso considerar o valor dos serviços na hora de precificá-los, entender o que eles agregam para os clientes.

7 Principais estratégias de precificação no Marketing

Agora que você entendeu o que é precificação, sua importância e complexidade, é hora de ter os meios às mãos para poder colocar preço no seu trabalho. Aqui, você vai conhecer 7 estratégias de precificação no Marketing:

1- Precificação competitiva

O preço é definido a partir do preço da concorrência. A estratégia é manter seu custo similar ao do mercado, às vezes até um pouco abaixo, para se tornar competitivo.

Essa estratégia pode ser muito boa quando se está começando e fazendo o seu nome na área ou em nichos mais concorridos. Quando há muitas pessoas ofertando a mesma coisa, o preço se torna um diferencial para os clientes.

2- Freemium

O nome pode ser estranho, mas você provavelmente conhece essa estratégia de precificação no Marketing. Aqui, o preço é colocado em cima de aprimorações ou recursos mais complexos do serviço ou produto, ou seja, ele tem uma versão gratuita e outra paga.

Essa estratégia é relevante quando você precisa aumentar a quantidade de usuários utilizando seus produtos ou serviços e só depois monetizar. Por exemplo, é muito útil para produtos digitais, como cursos online, além de aplicativos e outros serviços online.

3- Skimming

O preço começa alto e, aos poucos, é reduzido. Essa estratégia visa aproveitar o alto desejo pelo produto, de quem está disposto a pagar mais para comprar o quanto antes. Posteriormente o produto ou serviço é levado a um mercado abrangente.

É muito comum ver essa estratégia na área de tecnologia e no lançamento de serviços e produtos que inovam muito, como a Apple faz. No Marketing, também pode ser uma estratégia interessante quando já se tem reconhecimento no nicho e demanda pelos seus cursos.

4- Preço de custo acrescido

O preço envolve o custo de produção mais uma porcentagem de lucro fixa. A ideia é garantir que o produto ou serviço se pague, sendo uma estratégia mais ágil e simplificada de precificação.

Ela pode ser bem útil para serviços básicos e mais mecânicos, aqueles que não dependem de subjetividade, experiências ou muitas especializações para serem feitos.

5- Precificação baseada em valor

O preço está atrelado ao valor que o serviço agrega ao cliente – lembra a diferença entre preço e valor que expliquei lá no começo?

O propósito dessa estratégia de precificação no Marketing é aproveitar o valor construído sobre sua marca para precificar. Também é aplicável quando você tem um diferencial competitivo que seja um destaque facilmente perceptível.

Mas, para aplicar essa estratégia, é importante ter uma visão clara do mercado e da percepção que os clientes têm da sua marca e do seu serviço.

6- Preço de entrada ou penetração

O preço é definido a partir da concorrência, mas sempre abaixo. Com essa estratégia, é mais fácil e rápido ter aderência dos consumidores. Conforme eles conhecem seu serviço e se fidelizam, o preço pode ser ajustado.

É excelente para mercados competitivos ou onde há vários especialistas.

7- Precificação com base na psicologia

O preço é definido a partir de teorias da psicologia do consumo, que dizem que há valores ou números que são mais atrativos para promover a compra. Por exemplo, ao invés de colocar um curso por R$ 100, você vende ele por R$ 99,90 e isso faz as pessoas acharem que ele sai muito mais barato, apesar da pequena diferença entre um preço e outro.

Essa é uma tática muito utilizada nos mercados varejistas por explorar respostas emocionais. No Marketing, pode ser interessante quando você desenvolve alguma ferramenta ou material para seus clientes.

Na hora de escolher a estratégia de precificação ideal, lembre-se de avaliar o momento em que você está profissionalmente e considere mesclar estratégias. Além disso, você não precisa se prender a apenas uma delas, você pode começar com uma e, conforme se desenvolver, alterar a tática.

Gostou das dicas? Aproveite que está por aqui para conferir mais dicas sobre prestação de serviço, como a regularização, os desafios e as oportunidades.

Lara-Zanesco
Lara Zanesco
Especialista em Conteúdo Digital focalizada em SEO, com experiência em materiais para blogs, sites B2C e B2B, há mais de três anos atuando no mercado a nível nacional.

Artigos recentes