8 erros comuns ao criar as redes sociais da empresa (e como evitar)

Evite esses 8 erros e conheça o passo a passo para posicionar suas redes sociais para campanhas de sucesso!
 Frederico Foini  |      01/12/2020erros-criar-redes-sociais

Criar redes sociais para a empresa é o começo de uma estratégia de marketing digital. Os próximos passos vão determinar o sucesso de qualquer campanha que você fizer por lá.

Se você quer o tipo de crescimento que leva as pequenas empresas a impulsionarem 80% do seu alcance na internet pelas redes sociais, precisa evitar erros comuns nesse momento.

Entre os erros que impedem o crescimento nas redes sociais, está o de não criar uma identidade visual original, postar apenas um tipo de conteúdo ou não ter um calendário editorial completo.

Vou abordar esses pontos nesse artigo, e te dar boas dicas para começar a fortalecer suas redes com o pé direito.

Acompanhe!

Antes de tudo, acredite na efetividade dos conteúdos em marketing

Um primeiro impedimento a estabelecer as redes do seu negócio como um forte pilar é acreditar que social media não é o certo para a sua segmentação ou sua indústria.

Essa é uma impressão equivocada que cai a cada dia que passa. O conteúdo social media já adentrou praticamente todas as camadas da sociedade.

Esse estudo mostrou dados surpreendentes de grupos específicos em termos de idade e interesses que usam as plataformas sociais com uma frequência cada vez maior. Como por exemplo o de que 70% das pessoas procuram por marcas no Instagram antes de comprar.

Isso quer dizer colocar uma boa estratégia à frente da concorrência pode representar uma vantagem em qualquer indústria.

O que muda com base no público é que tipo de redes sociais você vai direcionar sua atenção. Por isso é válido fazer um estudo sobre o seu próprio público e entender corretamente em que plataforma ele está.

Veja a seguir outros erros comuns ao posicionar seu negócio nas plataformas sociais:

1. Não publicar com frequência e não entender como o algoritmo funciona

A maioria das plataformas de redes sociais não segue a regra de “o conteúdo mais recente das páginas que eu sigo deve aparecer no topo do feed”. Postar acreditando nisso leva a um dos principais erros do social media.

Ao contrário, aqui vai alguns pontos considerados pelo algoritmo dessas plataformas para otimizar seus posts:

  • Quanto a sua audiência interage com seus posts pode fazer com que os próximos conteúdos apareçam primeiro para o público
  • Conseguir mais likes o quanto antes faz com que o post seja visto como de “alto-engajamento” e favorecido pelo algoritmo
  • Conteúdos com dicas relevantes/educacionais também aparecem com frequência para pessoas que pesquisam o tema
  • Frequência com que você publica facilita com que sua página seja vista como uma referência da indústria e cative aos poucos um público interessado

Por tanto, além de manter uma boa frequência, considere o que o algoritmo valoriza e procure postar sempre nos melhores horários (com mais usuários ativos).

2. Não dar atenção devida à identidade visual

O aspecto visual é decisivo para proporcionar credibilidade e profissionalismo ao perfil da sua empresa nas redes.

É importante ter um manual de marca e seguir o conjunto de cores e identidade visual e criar posts com design original.

É prática comum aproveitar peças que já existem em bancos compartilhados de layouts e reciclar conteúdos já existentes. Isso reduz o impacto dos seus conteúdos.

Criar posts com texto e parte visual com sua própria identidade visual aumenta as chances de ser compartilhado e reforçar sua marca perante a audiência.

3. Publicar apenas um tipo de post

Nas redes sociais atuais, conteúdos frequentes com alta intenção de venda ou publicidade podem ser percebidos negativamente pelo seu público.

Isso porque, na maioria das vezes, quando seu público está usando as redes sociais, está em busca de receber valor e a intenção de venda pode ter fazer perder alguns seguidores.

Além disso, é preciso saber diversificar os conteúdos e não postar apenas um padrão fixo. Neste outro post, nós damos algumas dicas sobre como variar seus tipos de posts nas redes.

4. Não ter um calendário editorial

Você sabe o que é um calendário ou cronograma de postagens?

Ele acaba por ser um documento essencial quando falamos de marketing nas redes sociais.

É válido ter organizado com antecedência ao menos dia, horário, tipo e temática central do seu conteúdo.

Ele te ajuda não só a ter uma visão macro da estratégia mas também a ter fácil acesso a qualquer momento a qualquer post e tomar decisões com base nessa informação.

Uma prática comum é, por exemplo, retornar a um post que teve boa performance e replicar sua estratégia para outros conteúdos.

Não ter esse documento pode levar a desorganização da equipe e de prazos. Otimize sua estratégia com um calendário simples e efetivo e verá como se tornou uma peça fundamental das campanhas de conteúdo de sucesso.

5. Não ter uma organização de proporção de postagens

Ter proporção definida para cada tipo de postagem é uma forma de padronizar a produção de conteúdo da sua equipe ou dos seus fornecedores.

Neste outro post sobre estratégia de marketing nas redes sociais, falamos sobre a Golden Ratio e a 60-30-10 que usamos aqui na Company Hero. Vale a pena conferir o artigo para entender como funciona na prática.

Outro erro comum é postar qualquer tipo de conteúdo quando convir. Isso reduz consistência e pode gerar desorganização na hora de escolher o que postar.

Ter uma proporção definida também ajuda seu time a prever quantos conteúdos consegue produzir internamente e quantos irá compartilhar de outros sites ou páginas com comentários.

6. Apostar em parcerias de pouco custo-benefício

Um erro comum de pequenos empresários ao buscarem consolidação nas redes sociais é a terceirização do serviço por contratos muito longos, preços altos, que acabam exigindo muito da empresa e equipe.

Nós recomendamos que, se optar por terceirizar ou contratar, busque sempre dinâmicas ágeis de prazos e pouco esforço da sua parte.

Outra dica boa é procurar serviços que oferecem várias equipes de produção para que você tenha a chance de alternar o produtor de conteúdo dos seus posts se assim desejar.

7. Ter perfil incompleto nas plataformas

Outro erro comum é não dar a atenção devida a ter um perfil completo nas plataformas que deseja investir seus posts.

Certas páginas recém-criadas não tem foto de capa, informações de contato e descrições completas sobre a empresa. No entanto, é um equívoco fácil de corrigir.

Procure sempre aproveitar cada oportunidade de compartilhar uma informação sobre a sua empresa. Demonstre claramente sua principal proposta de valor, horário operacional, chamadas para ação e hashtags da sua marca.

Do ponto de vista de branding, vale a pena investir nesses detalhes desde o início.

8. Estar na plataforma incorreta

Nem toda plataforma é criada da mesma forma e diferentes plataformas atraem diferentes audiências.

Com recursos limitados, é importante otimizar o tempo investido nesse tipo de estratégia de marketing nas redes sociais.

Não há motivos para despender muito tempo numa plataforma se a audiência da sua indústria simplesmente não está lá.

Derivado desse erro é a prática de usar todas ao mesmo tempo, o que também não é o ideal.

Nós aconselhamos que faça pesquisas com seu público ou até mesmo busque relatórios que estão disponíveis publicamente sobre seu mercado para alinhar seu investimento com a plataforma que sua audiência mais acessa.

Quer saber como encontrar a dinâmica que procura para otimizar a produção de posts nas suas redes sociais?

Leia este outro post e conheça o processo que criamos para alinhar agilidade ao marketing digital!

foto_fred.png
Frederico Foini
Conteúdo - Company Hero