Como ser um PJ na área de TI?

Trabalhar como PJ TI tem sido uma opção para muitas pessoas que querem desfrutar dos benefícios da liberdade.Leia o artigo para entender como ingressar na área.
 Otávio Hoffmann  |      23/11/2022
Capas-Artigo-EV_03.jpg

Trabalhar como PJ TI tem sido uma opção para muitas pessoas que querem desfrutar dos benefícios da liberdade. A contratação sem vínculo empregatício é vantajosa tanto para as empresas quanto para os profissionais, por isso está cada vez mais popular no mercado da tecnologia.

Segundo dados da Brasscom, a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, no final de 2021 o setor tinha 159 mil vagas em aberto. De fato, é uma área promissora. Se você está pensando em trabalhar como PJ TI, mas ainda tem dúvidas se essa é a melhor opção, uma boa pesquisa sobre o assunto vai ajudar.

Esse formato de relação profissional permite que você preste serviço para uma organização, ou realize o sonho de abrir o seu próprio negócio sem muitas dificuldades. Além de liberdade geográfica, a dinâmica de trabalho traz possibilidades reais de crescimento.

Como é trabalhar como PJ TI?

A contratação CLT é aquela formal, em que o trabalhador tem a carteira de trabalho assinada e estabelece um vínculo empregatício. Já o modelo PJ é feito com um contrato de prestação de serviço. O profissional deixa de ser um funcionário e passa a ter direitos, deveres e benefícios que vão além dos tradicionais.

Existem duas possibilidades de atuação do TI como PJ:

  • Contratação de uma empresa;
  • Prestação de serviço por meio da abertura do próprio negócio.

Na maioria das vezes, o profissional de TI que atua como PJ, mas é contratado por uma empresa, presta serviços de maneira remota e não possui nenhum vínculo empregatício celetista, ou seja, não recebe os benefícios da CLT.

Vantagens de trabalhar como PJ TI

Liberdade, flexibilidade e possibilidades de prestação de serviço para diferentes empresas de um segmento são algumas das vantagens de se trabalhar na modalidade PJ. Atuar sem vínculo empregatício traz uma flexibilidade importante para quem deseja construir seu próprio negócio.

A possibilidade de organizar a própria dinâmica de trabalho é o diferencial mais procurado pelas pessoas. Quando as barreiras geográficas e o horário comercial não fazem parte da sua rotina, fica muito mais fácil correr atrás dos seus próprios objetivos.

Siga este caminho para trabalhar como PJ TI

  • Escolha o tipo ideal de empresa para trabalhar como PJ TI

O profissional que deseja trabalhar como PJ TI é livre para escolher o formato jurídico. A lei não determina um tipo. O ideal é analisar qual é a modalidade empresarial mais adequada às suas necessidades. A única questão é que o profissional da área da tecnologia da informação não pode se tornar MEI, então essa opção deve ser descartada.

Empresário Individual

O empresário individual é uma modalidade que abrange a microempresa e a empresa de pequeno porte. O limite de faturamento anual para se tornar MEI é de R$ 360 mil para ME, e R$ 3,6 milhões para EPP.

A EI só pode ser composta por uma única pessoa, ou seja, não dá para ter sócios. Também não existe separação jurídica entre PF e PF, por isso o próprio empresário responde por todas as ações da pessoa jurídica.

EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

Um dos menos conhecidos pelos empresários, a EIRELI é um modelo empresarial que deve ser formado por um empresário a partir dos 18 anos, e o seu capital social precisa ter um valor igual ou maior do que 100 salários mínimos.

É uma excelente modalidade para profissionais que têm como objetivo prestar serviços para outra empresa, ou ter o seu próprio negócio.

Sociedade Limitada

Essa é a famosa LTDA, empresa que pode ser composta de 2 ou mais pessoas. Na Sociedade Limitada, os sócios se responsabilizam juntos pelo capital social da empresa, de acordo com a quantidade de cotas de cada um dos empresários-sócios da organização.

Sociedade Anônima

Na Sociedade Anônima, conhecida como S/A, o capital é distribuído entre os sócios e as ações podem ser disponibilizadas na bolsa de valores.

  • Esteja preparado para lidar com as responsabilidades

Abrir uma empresa vai além de apenas atender clientes. Você é um gestor! Com o CNPJ em mãos, é importante ficar de olho nas tarefas que regularizam sua atividade, entre elas:

  1. Emitir notas fiscais;
  2. Manter o pagamento de impostos do seu regime tributário em dia;
  3. Declarar o imposto de renda;
  4. Fazer contribuição ao INSS por conta própria ou investir em uma previdência privada.
  • Elabore um contrato para todos os trabalhos que você realizar

Essa dica parece óbvia, mas faz toda a diferença. Elaborar bons contratos agrega mais segurança e profissionalismo ao seu trabalho. Esses documentos são responsáveis por estabelecer os direitos e deveres de ambas as partes envolvidas.

Ao redigir o documento você deve definir pontos essenciais como: escopo do trabalho, valores, prazo para entregas, formas de pagamento e condições de finalização do contrato.

Se você pretende trabalhar como PJ TI, um escritório virtual é uma opção para começar!

Trabalhar com TI não exige muitos recursos. Na maioria das vezes, um computador com acesso a internet é o suficiente. Inclusive, essa facilidade é o que atrai tantos profissionais para a área. O combo “Home office + escritório virtual'' é bastante interessante para o sucesso do formato.

Problemas que um Escritório Virtual resolve para você que vai trabalhar como PJ TI:

  • Falta de lugar para reuniões

Trabalhar home office em tempo integral é ótimo, mas as reuniões presenciais podem complicar. Nem sempre você está confortável para receber o cliente na sua casa ou prefere manter a privacidade. Nesses casos, alugar uma sala por um valor mais acessível pode ser uma ótima opção e, de quebra, você impressiona a outra pessoa.

  • Baixa credibilidade no endereço informado

Utilizar seu endereço residencial na documentação ou nos materiais de marketing pode transparecer falta de profissionalismo. Com um endereço de escritório virtual você separa a gestão da sua empresa da vida pessoal, mantendo a privacidade em sua residência com endereço virtual exclusivo para negócios.

Outra vantagem é que com os escritórios virtuais você escolhe o endereço que irá utilizar e pode selecionar os melhores localizados no país. Já imaginou divulgar que sua localização é em uma das principais avenidas de São Paulo? Sua imagem vai lá em cima!

  • Custo elevado para abertura de um espaço físico

Abrir uma empresa pode sair bem caro se você tiver que arcar com os custos de uma sede para o escritório. Pagar o aluguel, conta de luz, água, telefone e recepcionista para ter uma boa estrutura é inviável para muitas pessoas.

Com o escritório virtual você não precisa pagar esses preços relacionados ao espaço comercial, mas consegue utilizar serviços de correspondência, linha telefônica e muito mais. Não fica faltando nada!

  • Recebimento de documentos importantes

Muitas vezes, você quer trabalhar na sua casa, mas não consegue dar conta de receber documentos importantes no endereço. Em alguns casos, os profissionais preferem manter a privacidade da localização recebendo correspondências em outros locais.

O escritório virtual tem o serviço de gerenciamento de correspondências. O pacote oferecido pela Company Hero tem notificações em tempo real na plataforma Hero, escaneamento gratuito e ilimitado, redirecionamento ou retirada dos seus recebimentos em locais de fácil acesso.

Trabalhar como PJ TI é uma opção que gera benefícios para diferentes perfis de profissionais, dos jovens aos mais experientes. Se você quer trabalhar sem carteira assinada, mas precisa de uma boa estrutura e suporte administrativo, fale com um de nossos Heroes. Nosso serviço de escritório virtual vai te ajudar.

otavio-hoffmann-company-hero.png
Otávio Hoffmann
Redator

Artigos recentes