Campus Inc agora é Company Hero! Nova marca e soluções para sua empresa, sempre simples, online e sem burocracia.

Abrir uma empresa: o que você precisa e por onde começar

Abrir uma empresa exige planejamento, organização e informação. Você sabe o que precisa para abrir uma empresa? Conheça aqui!
 Frederico Foini  |      19/02/2020abrir-uma-empresa

Até poucos anos atrás, abrir uma empresa no Brasil era sinônimo de dor de cabeça, devido à burocracia e custos envolvidos. Esse cenário mudou muito desde então, com muitos empreendedores buscando a abertura do CNPJ e os benefícios que ele oferece.

Em 2018 foram abertas 2,5 milhões de empresas no país. Isso significa que cada vez mais os brasileiros estão buscando estrutura e crescimento financeiro no empreendedorismo. Se você é uma dessas pessoas, mas ainda não sabe exatamente como (e por onde) começar, fique por aqui! Este artigo vai te ajudar muito!

Abrir uma empresa: por onde começar?

abrir-uma-empresa-o-que-precisa

Antes mesmo de pensar em registrar uma empresa, você deve planejar, com muito cuidado, em que área você vai atuar e os diferenciais do seu negócio ou serviço.

Se você é empreendedor de primeira viagem, é interessante começar com algo que você goste de fazer e conheça a fundo, para aumentar as chances de sucesso. Isso é importante porque no Brasil, 1 a cada 4 empresas fecham as portas antes mesmo de completar dois anos. Trabalhar com algo que goste é um primeiro passo para o sucesso, portanto.

CONTEÚDOS RELACIONADOS:

👉 Acabei de abrir minha empresa: e agora?

👉 4 dicas de empresas que passaram do primeiro ano

👉 As vantagens do escritório virtual que você precisa conhecer

Depois de pesquisar muito sobre a sua área de atuação e definir um plano de negócio, você pode definir as questões legais e burocráticas. Siga o passo a passo abaixo e sua empresa vai sair do papel sem dificuldade!

Que tipo de empresa você deve abrir?

abrir-empresa-tipos-de-impostos

Atenção na hora de escolher o tipo da sua empresa: ele definirá os tipos de impostos que você vai pagar!

Uma das principais decisões a serem tomadas nesse processo é o tipo de empresa que será aberta, ou seja, o Formato Jurídico, Porte da Empresa e a definição do CNAE. Diversos tipos de negócio podem ser criados a partir da combinação de opções disponíveis nessas três categorias, e um deles será ideal para a sua nova empresa.

Vejamos cada categoria com um pouco mais de detalhe:

Formato Jurídico para abrir uma empresa

Os três formatos mais comuns são:

  • Empresário Individual (EI)
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)
  • Sociedade Limitada (LTDA)

Os dois primeiros são constituídos por um único empreendedor sem sócios, sendo a única diferença a separação jurídica entre os bens pessoais e negócios, só disponível na EIRELI.

Para abrir uma EIRELI, no entanto, é preciso possuir um capital de 100 vezes o valor do salário mínimo atual. A Sociedade Limitada (que requer pelo menos um sócio) e o Empresário Individual são formatos que não exigem recursos mínimos.

Porte da Empresa

O porte é definido de acordo com o faturamento da empresa: se ela fatura até R$ 360 mil por ano, será classificada como microempresa (ME). Se a receita anual bruta estiver entre R$ 360.000,00 e R$ 4.800.000,00, será uma Empresa de Pequeno Porte (EPP).

A menos que a empresa (ou microempresa) exerça alguma atividade vetada pela LC 123/2006, também poderá ser encaixada no Simples Nacional.

O que é o Simples Nacional?

Para que não reste nenhuma dúvida nessa parte do texto, vamos te explicar mais especificamente o que é o Simples Nacional. De acordo com o portal da Receita Federal, o Simples Nacional:

"(...) é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006."

Estamos falando do regime tributário composto pelos principais tributos pagos no país e que acompanhará a sua empresa nessa fase inicial.

Regime Tributário

Essa categoria define o tipo de tributação que a nova empresa irá sofrer. Normalmente tentamos encaixar a empresa no Simples Nacional, o modelo que é muito escolhido por unificar todos os impostos em uma única guia (DAS).

O Simples Nacional também permite diferentes alíquotas e faixas de tributação, baseadas no seu faturamento anual.

Se a nova empresa não se encaixar no Simples Nacional, é comum que ela entre no Lucro Presumido, que recebe esse nome devido ao sistema de tributação de seus impostos federais, que são:

- Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ);

- Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Ambos são calculados e pagos trimestralmente, usando como base a receita desse período.

Agora que você já sabe as exigências legais para abrir uma empresa, é só reunir a documentação necessária e começar o processo, que geralmente é bem rápido. 😄

Pronto para começar a sua empresa? Quer saber mais? Conheça uma alternativa rápida e que te poupará de muita burocracia para abrir sua empresa - o escritório virtual!

foto_fred.png
Frederico Foini
Copywriter - Company Hero